Clear Odontologia
Clínica
 20 Dicas para conservar seu Implante

  1. Escovar os dentes logo após as refeições é fundamental. A higienização correta deve acontecer todas às vezes em que levamos alimentos à boca, inclusive guloseimas açucaradas como balas e chicletes, porque permanecem na boca por mais tempo. Estar em frente ao espelho é importante para garantir que a limpeza seja minuciosa.

  2. Na escovação fazer os movimentos adequados, evitando movimentos bruscos e contrários a gengiva.

  3. A região próxima à parte posterior dos dentes inferiores, onde a saliva é lançada em maior volume, é especialmente propícia para o desenvolvimento dos males que afetam a gengiva. Dedicar mais tempo à limpeza dessa região vulnerável, cada vez que escovar os dentes, é uma tática preventiva eficaz.

  4. Usar uma escova macia e de cerdas suaves, que deve ser trocada impreterivelmente a cada 2 a 3 meses (no máximo).

  5. O uso de escovas elétricas deve ser utilizado se for indicado por seu dentista.

  6. O uso de escovas especiais do tipo unitufo são aconselháveis para que a higienização seja ainda mais eficaz. Essas escovas, parecidas com pequenos pincéis, agem no sulco gengival, estrutura que todos temos entre a gengiva e cada dente, propícia para acúmulo da placa bacteriana.

  7. Fio dental é de uso imprescindível. Após as refeições e antes de dormir, passe o fio entre um dente e outro como se fosse enlacá-lo. Faça movimentos de vai-e-vem, raspando as paredes laterais dos dentes (um a um).

  8. O uso de enxaguante bucal também deve ser discutido com seu dentista. À base de clorexidina podem auxiliar nos casos em que há placa ou tártaro, mas o uso exagerado pode ocasionar manchas (removíveis) nos dentes e alteração no paladar.

  9. Em próteses fixas fazer uso de passa fio e/ou escova interdental.

  10. Se possível, pelo menos uma vez ao dia, usar aparelho de jato de água do tipo Water Pick®.

  11. Comparecer ao seu dentista para limpeza dos dentes a cada 6 meses.

  12. Submeter-se a controles radiográficos pelo menos 1 vez ao ano.

  13. O vício do cigarro pode colocar em risco a manutenção de seus implantes, por isso, evite fumar.

  14. Caso seja diagnosticada alguma patologia após o término de seu tratamento com implantes, como por exemplo, alterações hormonais, diabetes, osteoporose, sinusites, avise imediatamente seu dentista.

  15. Em caso de próteses fixadas por parafusos, que apresentem mobilidade, é indicado o seu comparecimento ao consultório para o ajuste dos parafusos.

  16. Caso apresente desconfortos na articulação, como dor ao abrir a boca, dores musculares na face, consulte seu dentista.

  17. Se você receber implantes e tiver o hábito de ranger os dentes, deverá usar uma placa noturna.

  18. Evite usar os dentes para abrir recipientes, ou morder objetos extremamente duros, esse hábito é perigoso tanto para seus dentes naturais, como para seus implantes.

  19. Em caso de dor, mobilidade, inchaço ou alteração gengival ao redor de seu implante, comunique o mais rápido possível seu dentista.

  20. Se você mantiver higiene oral adequada, e comparecer às consultas de retorno periódicas, com certeza seus implantes irão permanecer estáveis e saudáveis.

voltar topo da página
B4W - Consultoria em Internet